quinta-feira, 23 de agosto de 2012

"C" OU "C"? Eis a questão...

            Felipe Neto, no seu videoblog "NÃO FAZ SENTIDO", já fez um comentário sobre esse assunto (http://www.youtube.com/watch?v=MLCYBPLDnfY), e eu achei muito interessante a leitura dele. No entanto, resolvi reforçar tal posicionamento depois de ter ouvido uma das âncoras do jornal  "Fala Brasil", da TV Record, ao anunciar uma reportagem que falava sobre a mulher que vai representar o Brasil numa competição mundial de que tem a bunda mais bonita! Até aí, tudo bem, cada um que ofereça o que tiver de melhor para dar (no caso da modelo, acho que é a bunda! rsrsrs). Mas o que me chamou a atenção foi a chamada da reportagem, em que a repórter, além de  ditar, digamos, um padrão, dizia que aquela mulher seria a referência da mulher brasileira no exterior.
             Confesso que fiquei embestificado (eu sei que essa palavra não existe, mas não encontrei outra melhor... rsrsrs) com o comentário. Achei quase esquizofrênico porque, na mesma edição do referido jornal, houve uma reportagem que informava que nossa president"A" foi considerada pela revista Forbes, a 3ª mullher mais poderosa do mundo! Elogiavam seu pulso firme, que ela lutou muito para chegar ali, etc. E, 20 minutos depois, vem essa outra matéria que mostrava que a mulher brasileira seria representada e referência mundial por nada menos que... UM CÚ! (Lindo por sinal, diga-se de passagem! rsrsrs)
           Não estou aqui defendendo que as mulheres se espelhem em Dilma, ou qualquer outra. Seria muita prepotência da minha parte dizer o que as mulheres devem ou não fazer. Simplesmente questiono que, depois de tantas lutas, sacrifícios e conquistas das mulheres brasileiras (inclusive a presidência da República, feito que, num país machista como o nosso, é dificílimo!), vocês querem ser referenciadas, vistas e lembradas apenas pelo CÚ?! Não vou entrar na discussão sobre a intelectualidade das modelos, chega de preconceitos e estereótipos nesse país. Mas acredito que realmente vale a reflexão. Qual "C' te é mais importante? Cérebro ou Cú?

Um comentário: